Navegação – Mapa do site

Norma editorial

Âmbito editorial

A Etnográfica é uma revista académica especializada em antropologia social e cultural. Aceita propostas de artigos científicos, dossiês temáticos e recensões críticas, para além de outros contributos que possam ser julgados do interesse do público da revista. Todos os textos propostos pelos autores ou organizadores deverão ser inéditos.

Periodicidade

Cada volume anual da Etnográfica é composto por três números, publicados quadrimestralmente em Fevereiro, Junho e Outubro. As propostas podem ser enviadas em qualquer momento.

Línguas de publicação

Os textos poderão ser apresentados em português, inglês, espanhol ou francês.

Dimensão das contribuições

Os artigos propostos não devem exceder os 60.000 caracteres (com espaços) ou 9000 palavras. Os dossiês temáticos não deverão, preferencialmente, incluir mais de cinco artigos. As recensões têm o limite máximo de 8000 caracteres ou 1250 palavras.

Título, resumo e palavras-chave

Os artigos devem incluir um título (preferencialmente não muito longo), um resumo e até seis palavras-chave em duas línguas: na língua do texto e em português/inglês.

Identificação do autor

O autor deverá estar identificado no texto pelos seguintes elementos: nome, filiação institucional, país e endereço de e-mail publicável. Esta identificação é ocultada quando os textos são submetidos a pareceres externos.

Referências bibliográficas

As referências bibliográficas devem ser feitas no sistema "Autor (data)" no corpo do texto, devendo ser elencada a bibliografia referida (e só a referida) no final do texto, no formato definido (ver exemplos na página seguinte ou em números anteriores).

Extratextos

Poderão ser incluídos quadros e figuras que clarifiquem o argumento, desde que em número reduzido e fornecidos com qualidade para impressão a preto e branco.

Envio de propostas

Os artigos devem ser propostos por e-mail para etnografica@cria.org.pt em ficheiro de texto (Word ou equivalente), em qualquer momento. A decisão sobre a publicação de dossiês dependerá sempre da avaliação de todos os artigos neles incluídos, mas a comissão editorial poderá pronunciar-se previamente sobre o interesse da proposta, com base num plano do dossiê que inclua a identificação dos autores, bem como títulos e resumos dos vários artigos. Para propostas de recensões deve ser usado o endereço etnografica.recensoes@cria.org.pt.

Sistema de avaliação e selecção

A selecção das propostas recebidas é da responsabilidade da comissão editorial e segue um rigoroso sistema de arbitragem por pares, sendo valorizadas a inovação teórica e a fundamentação etnográfica. Os artigos científicos são sujeitos ao parecer de colaboradores externos à revista em regime de anonimato bilateral; os dossiês temáticos são ainda avaliados no seu conjunto. A decisão será comunicada aos autores/organizadores num prazo máximo de seis meses.

Referências bibliográficas – alguns exemplos

No texto

Outras opiniões foram já registadas (Malinowski 1921: 345).

Vários autores trabalharam o assunto (Malinowski 1921; Evans-Pritchard 1965).

Fernandes (2002, 2003) expôs este problema.

Como afirmou Evans-Pritchard, “What can he do anyhow?” (1965 *1940+: 166).

Na bibliografia final

ANTUNES, José M., 2004, “Passado, presente e futuro dos artigos online”, Revista de Informática Experimental, 6 (3), em <http://www.rie.pt/2004/jma1> (acesso em 14/09/2005).

BASTOS, Cristiana, Miguel Vale de ALMEIDA, e Bela FELDMAN-BIANCO (orgs.), 2004, Trânsitos Coloniais: Diálogos Críticos Luso-Brasileiros. Lisboa, Imprensa de Ciências Sociais.

CABRAL, João de Pina, e Nelson LOURENÇO, 2003, Em Terra de Tufões: Dinâmicas da Etnicidade Macaense. Macau, ICM.

CANTÓN DELGADO, Manuela, et al., 2004, Pentecostales Gitanos. Sevilha, Signatura Deimos.

DIAS, Jill, 2002, “Novas identidades africanas em Angola no contexto do comércio atlântico”, em Cristiana Bastos, Miguel Vale de Almeida e Bela Feldman-Bianco (orgs.), Trânsitos Coloniais: Diálogos Críticos Luso-Brasileiros. Lisboa, Imprensa de Ciências Sociais, 293-320.

EVANS-PRITCHARD, Edward E., 1965 [1940], The Nuer: A Description of the Modes of Livelihood and Political Institutions of a Nilotic People. Oxford, Oxford University Press.

FERNANDES, António, 2002, “Como citar textos electrónicos”, em <http://www.citartextoselectronicos.com/fernandes1> (acesso em 12/05/2003).

–––––, 2003, Tudo sobre Textos Electrónicos. Lisboa, Editora E-livros, em <http://www.ebooksparatodos.pt/fernandes/htm> (acesso em 23/04/2004).

MALINOWSKI, Bronislaw, 1921, “Classificatory particles in the language of Kiriwina”, Bulletin of The School of Oriental Studies, 1 (4): 33-78.